Glaucoma

Cirurgia de glaucoma pela moderna técnica cirúrgica denominada esclerectomia profunda e viscocanalostomia.

O que é glaucoma?
O glaucoma ocorre quando a pressão dentro do olho está aumentada. Esta pressão elevada pode causar morte das fibras do nervo óptico e provocar a cegueira.

O que causa o glaucoma?
Dentro dos olhos existe um líquido (humor aquoso) sendo produzido e drenado constantemente. No entanto, quando existe alguma barreira dificultando a saída desse líquido, há um acúmulo de líquido dentro dos olhos, aumentando a pressão intra-ocular.

Quais os sintomas?
Há vários tipos de glaucoma, sendo mais comum o glaucoma crônico simples. Neste tipo de glaucoma, a pessoa não sente absolutamente nada nos olhos e a visão é normal. Na maioria dos casos, o glaucoma progride sem que a pessoa se dê conta do problema. Ocorre lentamente uma perda da visão periférica que só é percebida quando já está em um grau elevado, prejudicando até a locomoção da pessoa. Raramente, o glaucoma pode provocar alguns sintomas como dor, olho vermelho, halos coloridos etc.

Como se descobre a doença?
O risco de ter glaucoma aumenta com a idade, sendo mais comum após os 40 anos. Além disso, pessoas com casos de glaucoma na família têm um risco maior de desenvolver a doença. O glaucoma pode ser detectado somente após um exame oftalmológico cuidadoso, onde se faz a medida da pressão intra-ocular e o exame de fundo de olho.

Qual o tratamento?
Dependendo do tipo de glaucoma, o tratamento pode ser feito por 3 maneiras: através de medicamentos (colírios ou comprimidos), através do laser ou através de cirurgia.

O glaucoma tem cura?
Note que o tratamento do glaucoma não é feito para devolver a visão perdida. Seu objetivo é baixar a pressão intra-ocular, evitando assim que continue o dano ao nervo óptico. Por isso é importante que o diagnóstico seja feito antes que haja perda visual!!!